quarta-feira, 26 de maio de 2010

De novo resfriado


Pois eh, mais um resfriado na temporada, já tirei o pé nos treinos e agora e esperar esta fase passar para poder voltar com tudo nos treinamentos.
O mês de Junho promete forte emoções, dia 12 e 13 estarei em São Lourenço para disputar a 2ª etapa da Copa Internacional de MTB, dia 20 teremos aqui em Lafaiete mais uma edição da Corrida Rústica do Clube Dom Pedro II e para fechar o mês dia 26 e 27 teremos em Belo Horizonte a 2ª etapa do Brasileiro de Duathlon.
Espero bons resultados nestas provas.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Brasileiro de Duathlon - A Prova

Agora com mais calma posso comentar minha participação na 1ª etapa do Brasileiro de Duathlon.
Depois de 20 semanas de treinos totalmente focado no brasileiro de duathlon deste ano cheguei a Porto Alegre no sábado véspera da prova e logo no aeroporto encontrei com um adversário amigo Marcos Hallack de Juiz de Fora, de lá seguimos para o hotel rapidinho pois ainda no sábado teríamos o congresso técnico da prova.
No hotel ele foi tirar um conchilo e eu almoçar, no hotel estavam também atletas do Paraná dentre eles Alexander Loiola mais um adversário direto.
Na ida ao congresso fomos todos juntos mineiros e paranaenses, lá após detalhes da prova rolou uma rápida confraternização entre velhos e novos amigos, o clima já era de total concentração, apreensão e uns olhado os outros de fininho tentando imaginar a o quanto seu adversário treinou, o quanto ele estaria preparado e como seria a tática de cada um, o frio na barriga também era eminente acredito eu que a tensão em véspera de uma prova deste naipe e tão grande que se alguém apertasse uma buzina daquelas que largada dentro deste recinto (hotel onde foi o congresso) alguns por instantes iriam pensar que era a largada... rsrsrsrs pelo menos comigo e assim.
Congresso técnico, hora de rever os amigos
De volta ao hotel não saímos eu e Hallack pedido uma pizza e ficamos de papo até tarde, vendo TV, conversando com familiares na net e discutindo coisas do esporte.
No domingo a prova teria a largada as 13 horas então veio a dúvida, almoçar ou não ? optamos por tomar café bem mais tarde e ir mastigando mais alguma coisa até pelo menos o meio dia.
Seguimos para o local da largada, e no caminho fomos encontrando com vários atletas, eu e Hallack fizemos uma volta no percurso da bike e pudemos constatar o quanto difícil seria o pedal, em um trecho que ia da transição ate o estádio Beira Rio ventava muiiiito e o frio era intenso também clima bem diferente do sábado onde o sol estava presente quase não tínhamos vento e a sensação térmica era das melhores mas de qualquer jeito o frio e vento seria para todos então a preocupação era menor.
Fomos para transição ajeitamos nossas coisas a já fomos fazer os últimos ajustes e o aquecimento, para minha tristeza e acredito que de muitos tínhamos menos de 50 atletas para disputar o Brasileiro na elite somente 7 no masculino e 3 no feminino, caramba, pensei o que estará acontecendo???? todos nós atletas sabemos muito bem o que esta acontecendo com nosso esporte porém este não e assunto para comentar neste post.
Cadê os atletas, transição vazia
Enfim fomos para largada, larguei forte e nos primeiros metros já estava na cabeça do pelotão e muitos atletas estavam junto mais isso durou pouco tempo pois logo só sobraram atletas da elite éramos eu e Hallack do RJ, Anderson e Edson Fernades de SP, Jonas Rocha do RS e Alexander Loiola de SC ( estados estes de FILIAÇÃO como atleta e não residência) na passagem do km 5 cruzamos o pórtico para 15:55" bem forte por sinal pouco depois disso Hallack começou a perder contato com o pelotão dai pra frente eu, Jonas e Anderson começamos a quebrar o rítmo seguidas vezes para ver se ficava mais alguém porém o grupo de 5 atletas entrou para transição juntos sendo eu em 1º com o tempo de 32:16" mesmo tempo de Jonas e Anderson, na transição ficou mais um Edson perdeu contato e logo nos primeiros km ficou também Anderson nesta hora vi que estávamos muito forte, ficamos agora eu, Jonas e Loiola, visivelmente os dois estavam com o pedal fluindo melhor que o meu mas de qualquer forma eu fui resistindo aos ataque no vento contra e inclusive em alguns momentos eu colocava a cara no vento, no pedal teríamos que fazer 8 voltas de 5km e na 6ª volta senti cãibras neste momentos veio um ataque forte do Loiola e acabei perdendo a roda dos dois, foi bem f..... pois estava contando em sair junto com eles e tentar uma investida nos últimos 5km porém não foi possível.
Me recuperei das cãibras e já passei a monitorar o tempo que eu estava tomando, entrei para transição com exatos 57" segundos de diferença para os dois fiz a transição e sair com as pernas travadas de cãibras porém focado em tirar a difícil diferença, até passarmos no km 2,5km aparentemente a diferença estava praticamente igual só que Loiola abriu um pouco de Jonas mas de repente para minha alegria o Jonas começou a sentir, vi que ele perdeu por completo a coordenação de braços e pernas e como eu sei bem o que isso significa comecei a apertar ainda mais o passou e por volta do km 3,5 passei o Jonas em um ritmo forte para que ele não tentasse vir junto, olhei fixamente para o Loiola e já puder perceber que ele seria o campeão era impossível tirar a diferença, fiz os ultimos 5km em 16" minutos cravados tempo muito bom praticamente no mesmo rítimo do inicio da prova depois na conferência dos tempos pude ver que dos 57" segundo que sai atrás consegui tirar 33".
O resultado final ficou assim
1 - ALEXANDER LOIOLA G. SC 01:51:21
2 - ERNANI DE SOUZA RJ 01:51:45
3 - JONAS DE ARAUJO R. RS 01:52:05
Bem na verdade não era o que eu queria mas foi o que consegui fazer neste dia, todos os atletas que estiveram nesta prova e completaram o percurso estão de parabéns pois apesar de pouco atletas o nível foi fortíssimo e as condições climáticas estavam extremas.
Esta semana peguei 3 dias de folga e já estou zerado para continuar meus treinamentos visando a 2ª etapa que vai acontecer em Belo Horizonte dias 26 e 27 de junho a disputa esta aberta.
Gostaria de colocar um acontecimento que não divulguei na prova para não acharem que eu estava dando uma desculpa caso perdesse, durante o voo a gancheira da minha Merida quebrou , eu vacilei e esqueci de tira-la dai como uso uma mala bike e não um CASE rígido tive este extresse, mas o Marcos me ajudou e conseguimos fixa-la só com a ajuda da blocagem dai foi possível competir mais virou um risco pois pensa bem se o cambio cai na roda comigo rodando a 50km ... nem e bom pensar, mas graças a Deus deu tudo certo.
Gostaria de aproveitar a oportunidade para agradecer aos meus patrocinadores CLUBE DOM PEDRO II, UNIMED CONSELHEIRO LAFAIETE, PLASTIPEL EMBALAGENS, CENTRALPLAN CORRETORA DE SEGUROS e aos apoios de Bike Shop Avelar Drumond, Merida e CHB/Hyundai. essa galera tem acreditado em mim e assim não tenho medido esforços para retribuir tal confiança com resultados.

A recompensa

domingo, 16 de maio de 2010

Mais um vice


Acabei em 2º lugar na 1ª etapa do Brasileiro de Duathlon aqui em Porto Alegre, em uma prova marcada por muito vento e frio de cerca de 12º os campeões foram verdadeiros guerreiros e as disputas foram muito difíceis.
Eu briguei na ponta da pelotão o tempo todo e terminei a prova correndo os últimos 5km com um bom tempo, marquei para esta parcial 16:01" um bom tempo para quem já havia corrido 10km e pedalado 40km.
Bem no final acabou sendo um bom resultado e agora e descansar e me concentrar para etapa de Belo Horizonte no final do mês de junho.

sábado, 15 de maio de 2010

Enfim chegou o grande dia.


Estou no hotel aguardando chegar a hora de utilizar toda energia acumulada nos últimos meses, foram muitas sessões de treinamento para agora tentar chegar em primeiro lugar na primeira etapa do brasileiro de duathlon aqui em Porto Alegre/RS.

As coisas nunca são fáceis mesmo, e para piorar cheguei aqui em Poa com a bike quebrada, a ganchei se partiu durante o voo, para minha felicidade eu consegui prende-la no quadro somente com o aperto da blocagem da roda, fiz outra regulagem nas marchas e tentarei amanhã superar mais este obstáculo mas não quero nem pensar no que pode acontecer se a gancheira se soltar comigo pedalando a 40km por hora...

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Vem ai...


terça-feira, 11 de maio de 2010

Colhendo


Ontem descobri que fui selecionado entre alguns dos melhores atletas do mountain bike do Brasil na categoria master para participar de um grande evento em São Paulo mais precisamente em Morungada interior paulista, trata-se do SR SUNTOUR SHORT TRACK 2010 evento interessantíssimo que vem com um formato diferente onde os atletas dusputam por eliminatórias uma prova curtinha para que a mídia e o público possam ver pegas alucinantes.

Em todo o evento somente 110 sortudos estarão alinhados entre os dias 24 e 25 de julho para a disputa e dentre estes 110, 30 são da master.

veja na integra


Evento mais prestigiado no mountain bike brasileiro acontece nos dias 24 e 25 de julho de 2010 no Bike Park São Silvano, em Morungaba (SP)


São Paulo (SP) – O SR Suntour Short Track 2010, evento de mountain bike mais prestigiado do Brasil, que será realizado nos dias 24 e 25 de julho de 2010, no Bike Park São Silvano, em Morungaba (SP) divulgou a lista dos atletas convidados.
Esta é a primeira convocação que visa preencher as 110 vagas, distribuídas em 4 categorias: Elite Masculino; Elite Feminino; Junior e a nova categoria Super Máster. A organização espera reunir novamente os melhores ciclistas da modalidade, os protagonistas do espetáculo.
“O SR Suntour Short Track promete grandes disputas entre os melhores atletas do Brasil em várias categorias”, disse Roberto Nogueira, idealizador do evento.
“O SR Suntour Short Track é algo que resgata o Mountain Bike competitivo na TV”, declarou Renata Falzoni. “O SR Suntour Short Track tem uma vantagem indiscutível. O evento reúne todos os atletas de ponta do Brasil. Eles estão todos ali sem frescura para você ver e conhecer. Além disso a prova é num local agradável, chique e atrai só gente bonita. É a elite da elite em todos os aspectos. É como um evento badalado de golf, por exemplo, e sem falar que é adrenalina o tempo todo”, explica Falzoni que já confirmou presença na edição 2010 para realizar a cobertura pelos canais ESPN e ESPN Brasil.
A realização do SR Suntour Short Track nos dias 24 e 25 de julho de 2010 será uma semana após o Campeonato Brasileiro de Cross Country 2010, isto é, todos os competidores estarão afiados para disputar a maior premiação individual do mountain bike brasileiro. Além disso, a inclusão da categoria “Super Máster” nesta terceira edição do SR Suntour Short Track serve de preparação e incentivo para os ciclistas que neste ano disputam o Campeonato Mundial de Mountain Bike Máster 2010, que vai acontecer entre os dias 7 a 12 de setembro, na cidade de Balneário Camboriú (SC).
Premiação – A premiação do SR Suntour Short Track também tem novidade. Entre os homens da categoria Elite, o maior prêmio individual do esporte foi mantido em 8 mil reais para o campeão, 4 mil para o vice, 2 mil para o terceiro colocado, além de 1 mil reais para o 4º lugar e 500 reais para a 5ª posição. No feminino e na nova categoria Super Máster, os campeões levarão para casa o valor de 3 mil reais, 2 mil para a vice e 1 mil reais para o terceiro lugar. A novidade será a premiação de uma passagem para o Campeonato Mundial de Mountain Bike 2010, em Mont Sainte Anne, no Canadá, para o campeão da categoria Junior, além de muitos equipamentos e brindes.
SR Suntour Short Track 2010 – O evento tem o formato inédito de competição no Brasil, disputado num circuito de cross country curto e seletivo, capaz de testar: força, resistência e habiidade dos competidores, além de proporcionar competitividade e momentos emocionantes para o público, cinegrafistas e fotógrafos.
O Short Track SR SUNTOUR tem o patrocínio SR SUNTOUR, capacetes Prowell, além do apoio da Merida Bicicletas e Fazenda e Bike Park São Silvano.

Super Master – 30 competidores

1- Marcio Ravelli – Scott – Itu (SP)

2- Daniel Aliperti – Specialized/SRAM/Pedal Power – São Paulo (SP)

3- Abraão Azevedo – Brasília (DF)

4 – Ricardo Alves Machado – Lagoa Vermelha (RS)

5- Arley de Jesus – Campinas (SP)

6- Osvaldo dos Santos – São Paulo (SP)

7- Luiz Lotti Neto – Poços de Caldas (MG)

8- Rufus da Mota – RufusBike/Scott/Proshock/SRAM/Avid e Truvativ- Pouso Alegre – MG

9- Robson Silva – Equipe: Terrabike-Multitek/Merida

10 – Amarildo Ferreira – Equipe:Amazonas/Eninco/Kona/ASW/Magura/ Proshock

11 – Joseilton da Silva Gomes – Specialized/Elite Bike

12 – Fabio Dias – Elite Bikes – Campinas (SP)

13 – Eduardo Soares – Nova Lima (MG)

14 – Marcelo Soares, o “Mexerica

15 – Claudio Palamartchuck;

16 – Bernardo Magalhães

17 – Rogério Pacheco

18 – Carlos Henrique Barreto

19 – Cláudio Luiz Branco;

20 – Adolfo Oliveira, o “Peninha”;

21 – Ricardo Guaraci (o Kiko de BH),

22 – Ernani de Souza – Conselheiro Lafaiete (MG)

23- Marcelo Blanch – Sao Paulo (SP)

24- Fabio Jose dos Santos “Taturana” -(SP)

25- Luiz Carlos Pereira Junior – Barbacena (MG)

26- Marconi Soares Ribeiro – Brasilia (DF)

27- Carlos Alberto Ribeiro – São Sebastião do Paraiso

28 – Alex do Nascimento – Juiz de Fora (MG)

29 – Silvio Otávio Neto Amorim – Patos de Minas

30 – João Erildo Silva
* Informações extraídas do site http://saosilvano.wordpress.com/

Será um prazer estar entre os melhores, agora e treinar para fazer um bom resultado.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

De novo vice...

Ontem fiz novamente uma boa prova mas não consegui vencer, como já havia postado fui em Niterói para a 2ª etapa do Circuito das Academias, a prova era de pura explosão apenas 5km sendo metade no asfalto e a outra metade na areia fofa.
O clima mudou radicalmente de sábado para domingo e uma chuva fraca começou a cair logo cedo assim foram muitas as desistências de participação dos atletas e quase ninguém apareceu para ver os corredores, a praia estava vazia.
Bom de qualquer forma os pegas foram dos melhores, a largada que aconteceu 8:30min. teve logo de inicio um ritmo bem forte e quando assustei estava na liderança da prova junto com o carioca José Ricardo atleta este que já havia ganhado a primeira etapa, passamos o km 2 com tempo de 5:47seg, caraca... muito forte, ninguém conseguiu vir junto esta foi a única parcial que consegui marcar pois dai 500 metros começou o sofrimento pra mim, começamos a correr na área e eu não consegui desenvolver, no comecinho até fui junto com o Ricardinho porém logo ele começou a abrir vantagem dai não me restou outra alternativa se não defender o segundo lugar e consegui.
Apesar de não ter sido o campeão gostei da prova pela organização e estrutura e gostei também do meu desempenho já que meu foco principal e o campeonato brasileiro de duathlon que vai rolar domingo dia 16.
Esta semana e só descanso e aguardar o grande dia.
Segue algumas fotos de Niterói
Com trofeu de segundo lugar

Com amigos de Niterói

Antes da prova

sábado, 8 de maio de 2010

Circuito das Academias #2




Amanhã terei uma corrida um tanto quanto diferente, irei disputar a 2ª etapa do Circuito das Academias, vai rolar aqui em Niteroi um rústica de 5km de pura pauleira, serão 2,5km de asfalto e mais 2,5km de areia fofa, nunca corri na areia mas pretendo marcar os lideres e se possível fazer um bom resultado.

Estou na casa do grande amigo Cristian Pereira dono da Cicle Itaipu e amanhã iremos todos juntos para a prova.

Hoje cheguei aqui pela manhã e fomos fazer um rolé de 22km de mountain bike um percurso maneiro com belas paisagens e tendo no final uma verdadeira parede a Serra da Tiririca.

Agora e só descansar e esperar o tiro de largada amanhã.


Vista do alto da serra da tiririca

Vista da praia de Itacoatiara

domingo, 2 de maio de 2010

Rústica do Trabalhador


Em mais uma briga boa acabei em segundo lugar geral na Corrida Rústica do Trabalhador de Ouro Branco.

Com um nível forte por parte dos atletas e uma certa bagunça por parte dos organizadores aconteceu dia 1º de maio em Ouro Branco mais uma edição da Rústica do Trabalhado que a princípio seriam 11km e na hora da largada passou para 12,5km e pior largada com 1h40min de atraso.

Vitória do atleta de Tiradentes Reginaldo Silva, eu em segundo e Allan de Dores do Campo em terceiro.

Para a distância marquei 41min24seg. e não foi possível acompanhar o líder, de qualquer forma me conformei com o excelente treino deste dia pois fui e voltei a OB de bike assim pedalei 45km e corri 12,5km, um excelente treino para que esta se preparando para o Brasileiro de Duathlon que por sinal esta faltando apenas 2 semanas.

E isso bola pra frente e que venha Porto Alegre.