quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Ultra Trail Chapada Diamantina - A Vitória

Explorar trilhas e montanhas me fascina desde sempre, percorrer lugares inéditos é sempre muito legal pois as surpresas são das mais variadas e neste último final de semana 3 e 4 novembro pude realizar um sonho antigo, conhecer a Chapada Diamantina no nordeste brasileiro.
No primeiro semestre fui convidado para participar da Ultra Trail Chapada Diamantina, prova de 50 km percorrendo um belo trecho da Chapada Diamantina incluindo trilhas onde nos seculos passados garimpeiros fizeram uma grande exploração de pedras preciosas dentre elas os diamantes.
A cidade sede do evento foi a pacata Mucugê que fica a cerca de 500 km de Salvador, logística complexa mas que vale muito a pena devido a beleza da região.
Na minha programação em Mucugê estava previsto uma palestra na sexta feira a noite, onde contei parte de minha história no esporte bem como minha vitória no El Cruce de Los Andes em 2015, uma grande plateia me ouviu atentamente me deixando cheio de orgulho por estar transmitindo algo positivo e motivador.
No sábado foi o dia reservado para disputa, além da prova de 50 km tivemos também, 21, 11 e 5 km, logo a praça central da cidade se encheu e as 9 horas da manhã todos fizeram uma largada única, segundo o organizador eramos cerca de 500 atletas.
Minha meta fera de fazer uma prova progressiva larguei tranquilo e logo encontrei o ritmo ideal, como o sol estava encoberto o clima estava agradável para a prática esportiva.
Desde o começo da prova fui abrindo vantagem para meus adversário, sem dar chances para possíveis ataques segui concentrado e acabei tendo a felicidade de liderar a prova de ponta a ponta e cruzar a linha de chegada com uma boa vantagem, para minha surpresa um atleta da França Antoine Dhaynaut foi o segundo colocado deixando assim minha vitória com um brilho maior.
Durante minha passagem pelo nordeste fiz muitos amigos, consegui interagir com muita gente que me segue é admira meu trabalho dentro do esporte, foi uma grande alegria poder retribuir a todos com a atenção que eles merecem, espero voltar em breve para outras disputas é para conhecer novos lugares.
Agradeço meus patrocinadores, Clube Recreativo Dom Pedro II, Kailash, UPFIT o apoio de Trifosfato e NIhumana, agradecer também os organizadores Diana e Alan responsáveis pelo convite e por organizar todo logística necessária para que eu pudesse estar na UTCD.
Meus próximos compromissos no mês de novembro são, Trail Run Brou Aventuras e Maratona de Mountain Bike Brou Aventuras dias 18 e 19 em Ouro Preto e depois fecho o mês de novembro em uma disputa em casa poi teremos no dia 26 mais uma edição do Desafio de São Pedro prova promovida pelo Clube Recreativo Dom Pedro II. 













Pucón 2018 Training Camp


A Endorfina Assessoria Esportiva traz para você 2 dias de troca de experiência com ERNANI DE SOUZA, o campeão do El Cruce 2015, sexto colocado geral em 2016. Ganhador do título de Melhor corredor de montanha do Brasil em 2015 e 2016, segundo os sites Go To Trail e Portal Extremos.😀👏
Saiba como participar desse encontro que acontecerá nos dias 09 e 10 de dezembro no link abaixo:
👉 http://clubeendorfina.rds.land/pucon-2018

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Ultra Trail Chapada Diamantina 2017

Reta final da temporada, no próximo sábado irei conhecer as trilha do nordeste brasileiro, estarei em Mucugê disputando a UTCD, vou correr os 50 km para fechar a temporada das provas de trail running com chave de ouro.

Tenho certeza que irei curtir pois as informações que tive sobre a região são das melhores.

Abaixo um teaser do que vem pela frente.



quarta-feira, 25 de outubro de 2017

CIMTB 2018


Para 2018 terei em meu calendário algumas provas de mountain bike, dentre elas irei disputar todas as 4 etapas da CIMTB, hoje para minha alegria saiu o calendário da competição em um comunicado oficial dos organizadores, veja abaixo.

Confira o calendário oficial da CIMTB Levorin em 2018
Prova acontece em quatro etapas, além da final da Copa do Mundo UCI de XCE. Etapas serão em Araxá, Ouro Preto, São Paulo e Congonhas. 
 

A Copa Internacional Levorin de Mountain (CIMTB Levorin) já está com o calendário definido. Serão quatro etapas em 2018 e ainda a final da Copa do Mundo Eliminator da União Ciclística Internacional (UCI) pela primeira vez na América Latina. A primeira etapa será em Araxá, a segunda em Ouro Preto, seguida da Brasil Cycle Fair em São Paulo e finalizando em Congonhas.
Etapa Araxá
A competição que abrirá o calendário da CIMTB Levorin será Araxá entre os dias 13 e 15 de abril. O evento que é tradicional na cidade e acontece pelo 15º consecutivo, é uma das quatro provas Stage Race Hors Class no mundo e o maior evento da cidade. Serão três dias de competição por estágio para a SuperElite e os atletas somam até 160 pontos no ranking mundial, de acordo com a colocação de cada um. Para as demais categorias acontece no formato Cross Country Olímpico (XCO) sábado e domingo. A expectativa é que o evento receba os melhores atletas brasileiros e competidores de mais de 15 países que irão pedalar em torno das famosas trilhas do Tauá Grande Hotel.

Araxá deve reunir diversos atletas brasileiros e internacionais
(Foto: Alemão Silva Fotografia)
Etapa Ouro Preto
A segunda etapa da CIMTB Levorin vem com uma estreia. A cidade histórica de Ouro Preto será o cenário da maior competição de mountain bike da América Latina. As provasacontecerão de 8 a 10 de junho. O evento, mesmo estreando na cidade, terá Cross Country Olímpico (XCO) Classe 1, Short Track (XCC) Classe 3 e será uma etapa da UCI Junior Series. A expectativa é grande, já que Ouro Preto é uma das cidades mais importantes na história brasileira, destino turístico internacionalmente reconhecido, referência no barroco mundial e conhecida por ser uma região montanhosa. A prova irá acontecer na UFOP - Universidade Federal de Ouro Preto que tem um ótimo terreno para fazer uma pista técnica, dura e divertida.
Etapa Brasil Cycle Fair – São Paulo
Dando continuidade a parceria de 2017, que superou todas as expectativas, a CIMTB Levorin e a Brasil Cycle Fair já marcaram a data do próximo ano. O disputa irá acontecer entre os dias 24 e 26 de agosto e terá provas de Cross Country Olímpico (XCO) Classe 1 e Short Track (XCC) Classe 3. O evento une as principais novidades do mercado através da Brasil Cycle Fair, maior feira do seguimento da América Latina, com as provas emocionantes da CIMTB Levorin além de proporcionar experiências diferenciadas para os amantes do ciclismo.

Etapa da Brasil Cycle Fair continua em 2018 (Foto: Thiago Lemos/CIMTB Levorin)

Congonhas
Uma das etapas mais tradicionais irá fechar mais uma vez a temporada da CIMTB Levorin 2018 como UCI Marathon Series e Classe 3 no ranking mundial. Congonhas acontece entre os dias 2 e 4 de novembro e traz as provas de Maratona por entre estradas e trilhas da Estrada Real. Uma das características marcantes desta prova é que permite que atletas profissionais e amadores pedalem juntos. A competição terá novidades no trajeto e ainda a estreia da categoria Ultra, uma disputa com mais de 100 km com dois dias provas e que terá como vencedor aquele que fizer o trajeto em menos tempo.
Copa do Mundo XCE UCI
A CIMTB Levorin irá realizar a Copa do Mundo de XCE UCI (UCI MTB Eliminator World Cup). Esta será a primeira vez que o evento acontecerá na América Latina. Em 2017, a Copa do Mundo de Eliminator teve etapas na Itália, Estados Unidos, Bélgica, Alemanha, Nova Zelândia e Líbano. No Brasil, o evento acontecerá fechando o campeonato entre os dias 12 e 14 de outubro. O local ainda será definido. A CIMTB Levorin trabalha para inserir outras categorias na modalidade XCE. O evento é uma parceria entre a CIMTB Levorin, a UCI, a Confederação Brasileira de Ciclismo e City Mountain Bike.
Programe-se para 2018
#1 – Araxá - 13 e 15 de abril
#2 – Ouro Preto - 8 a 10 de junho
#3 – Brasil Cycle Fair, São Paulo - 24 e 26 de agosto
#4 – Congonhas - 2 e 4 de novembro
Copa do Mundo UCI XCE – Local a definir - 12 e 14 de outubro
CIMTB Levorin 2017
A CIMTB Levorin conta pontos para o ranking mundial, da União Ciclística Internacional (UCI), fazendo parte do ciclo Olímpico Tóquio 2020, ranking Brasileiro e Mineiro.
Copa Internacional de Mountain Bike comemora a 22ª Edição em 2017. O evento tem patrocínio da Levorin, o pneu oficial da competição, e Co-Patrocinio da Specialized, Sense Bike e Audax.
Acompanhe tudo de um dos principais eventos do mountain bike mundial pelas redes sociais. Lá você encontrará fotos e vídeos dos atletas e das provas.

terça-feira, 24 de outubro de 2017

Campeão do 3º Circuito Cross Duathlon


Finalmente consegui vencer o Circuito Cross Duathlon que chegou a sua 3ª edição aqui em Conselheiro Lafaiete.
No ano de 2015 estava lesionado e não pude disputar a prova na categoria solo, na ocasião fui campeão da categoria revezamento, 2016 fui vice campeão na categoria solo, me faltava a vitória mas ela veio nesta temporada.
Em uma competição que tem 4 km de corrida, 38 km de mountain bike e mais 6 km de corrida os atletas este ano tiveram que suar a camisa pois a temperatura estava bem alta logo cedo, sem contar o nível técnico dos atletas que foi um dos mais altos de todas as edições.
Minha largada este ano foi conservadora, mirei o primeiro pelotão e segui vigiando meus adversário de perto, terminei a primeira corrida na segunda colocação da categoria solo mas logo nos primeiros metros de pedalada assumi a ponta para não largar mais, com um pedal consistente fui abrindo vantagem dos meus adversários mas pensando também na última corrida pois essa sim seria a parte mais difícil, no trecho final da prova teríamos muitas trilhas e subidas íngremes pela frente.
Entreguei a bike como líder, fiz uma transição tranquila e sai para correr, alguns trechos estavam tão difíceis que era necessário caminhar neste momento coloquei em prática a técnica de corredor de montanha que sou e em um trekking rápido superei os trechos duro do circuito no fim comemorei minha primeira vitória na categoria solo do Circuito Cross Duathlon.
Agora sigo firma na arrancada final para fechar a temporada, abaixo meus próximos compromissos
04/11 Palestra em Mucugê/BA
05/11 Ultra Trail Chapada Diamantina - Mucugê/BA
17/11 Trail Run Brou Aventuras - Ouro Preto/MG
17/11 Maratona de Mountain Bike Brou Aventuras - Ouro Preto/MG
26/11 Desafio de São Pedro - Conselheiro Lafaiete/MG
02/12 Maratona Internacional Off Road - Tapira/MG
Gostaria de agradecer meus patrocinadores o Clube Recreativo Dom Pedro II Kailash, UPFIT e Trifosfato além dos apoios da NiHumana e Tomtom  











Campeões do percurso curto e longo, já já o João Lucas estará chutando meus calcanhares

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Vem ai mais um Desafio de São Pedro

🔛🏃‍♂️DESAFIO DOM PEDRO II 🏃‍♂️ 2017 com muita novidade!
Corrida Kids 02 a 11 anos.
Troféu para todas as categorias.
Categoria de 5 em 5 anos.

Inscrições abertas na internet:https://www.sympla.com.br/desafio-dom-pedro-ii__198532

JIMI 2017 - A despedida



Dias 14 e 15 de outubro rolou em Lavras a final das modalidades individuais no JIMI, Jogos do Interior de Minas, estive presente representando Lafaiete no ciclismo na verdade participei apenas da prova de mountain bike dia 14 pois no dia seguinte eu tinha outro compromisso em Lafaiete.
Em Lavras estivemos com uma equipe pequena praticamente formada por veteranos que representam o município deste sempre nesta modalidade, 2 jovens atletas de Barbacena participaram nos representando sendo que apenas estes eram jovens, promessa do esporte.
Em um circuito extremamente divertido, fomos obrigados a trabalhar intensamente pois as provas de mtb hoje em dia são bem mais curtas, em Lavras a disputa foi no estilo XCC ou seja cross country curto.
A pista tinha apenas 2.3km, o naipe feminino rodou 45 minutos mais 1 volta já o masculino 60 minutos mais uma volta.
No JIMI não existe categoria, são todos contra todos, no naipe masculino tivemos pouco mais de 40 atletas.
A largada aconteceu as 9:30min, me posicionei bem larguei forte e logo achei meu ritmo, bati cabeça durante toda a prova pois não tenho competido mountain bike nos últimos meses assim os trechos mais técnicos eram um desafio a mais mesmo assim me mantive no top 8 durante toda a disputa, esta colocação era importante pois só marca pontos os 8 primeiros.
No final terminei a prova na 5º colocação e feliz por ter contribuído mais um pouco para colocar nossa Lafaiete em evidência.
Neste dia Lafaiete terminou o dia na 2º colocação no naipe masculino e na 3ª colocação no naipe feminino, mais uma vez os organizadores dos jogos sem perdem e mudam o regulamento, voltamos ao critério antigo e agora as para ser campeão precisa somar a pontuação do mtb e do ciclismo de estrada.
Durante minha passagem por mais este JIMI refleti bastante sobre a situação do ciclismo coletivo Lafaietense, sobre as regras do JIMI e sobre o que já fiz nesta evento, cheguei a conclusão que passou da hora de uma renovação, nós que já fomos campeões gerais por alguns anos precisamos urgentemente que o coletivo volte a falar mais alto que o individual e precisamos também que os atletas mais jovens se interesse por representar nosso município, Lafaiete ao meu ver tem próximo de 100 atletas treinando e competindo regularmente durante todo o ano, mas nos jogos 2017 apenas 5 participaram, inclusive estes 5 são todos veteranos e estiveram presente na estreia do ciclismo nos jogos em 1997, cadê a rapaziada?.
Depois de 20 anos participando do JIMI, fiz minha despedida nesta última disputa, me sinto em condições de continuar participando e conquistando pontos em busca de um resultado maior porém não quero mais, vou passar o bastão para frente para que outros atletas caso tenham interesse nos represente a altura.
1997 foi minha estreia, 2017 minha despedida, 20 anos de JIMI, muitas conquistas e muitas emoções compartilhadas.