segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Planejando a temporada 2017

2016 nem terminou e já estou focado em 2017, durante minhas férias das atividades esportivas costumo planejar e organizar a próxima temporada desta forma buscando ganho de performance para os próximos desafios acabo de fechar uma parceria com amigo e técnico @stogumi que irá a partir de dezembro próximo me orientar para que juntos possamos conquistar grandes resultados. Para saber mais sobre a UPFIT e também sobre Sidney Togumi acesse www.upfit.com.br Que venha 2017, estou ansioso. #upfit #planejamento #treinamento #2017 #domps#clubedompedroii #unimedcl #plastipelembalagens #kailash #trifosfato#endurance #mountaintest #sportscience

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Rocky Man 2016

Team Gantuá

Vai uma temporada vai terminando, este ano resolvi antecipar minha transição para o mês de novembro e já na primeira semana de dezembro estarei de volta aos treinos.
Para fechar em grande estilo a temporada esportiva 2016 competi pela 3ª vez no evento multi esportes Rocky Man que aconteceu no Rio de Janeiro na região da Barra da Tijuca nos dias 18 e 19 de novembro na oportunidade defendi a equipe baiana Gantuá.
Este ano tivemos surf, skate, corrida masculina e feminina na distância de 40 km, mountain bike, canoa polinésia e corrida de rua.
Eu disputei individualmente a corrida masculina que nesta edição mesclou trechos de montanha, costão, areia e um longo trecho de 24 kms de asfalto, em um primeiro momento parecia ser moleza este percurso, muitos imaginavam tempos sub 3 horas porém a realidade foi outra.
Em uma disputa com apenas 15 atletas você tem que se ligar para não sobrar já no começo da prova, desta forma aproveitei os trechos de trilha para ir pra frente e ficar entre os primeiros, tudo ia bem até chegar no costão, 800 metros de enormes lages de pedras com uma inclinação muito grande em que jogava os atletas no sentido do mar, tive muita dificuldade neste ponto na qual perdi muitas posições, passado o estresse da falta de técnica era hora de voltar a fazer muita força.
Voltei a correr forte e logo fui ganhando posições, fiz um pit stop para hidratar e trocar o tênis no momento que terminamos os trechos de montanha, porém antes de entrar no asfalto tivemos mais 1 km de areia fofa, dureza demais correr em alguns pisos...
Quando definitivamente entremos no asfalto eu era o 5º colocado geral neste momento eu tinha no visual dois atletas inclusive que conheço muito bem o catarinense Giliard Pinheiro e o argentino Sergio Trecaman, consegui tirar a diferença para Giliard e ultrapassa-lo, o argentino foi mais complicado pois apesar de estar no visual a distância era relativamente grande mas ela foi caindo até que ultrapassei ele faltando 14 kms para terminar a prova dai em diante não consegui mais visualizar ninguém e terminei a prova na 3º colocação geral.
No final da tarde remei junto com os outros integrantes da equipe na prova da canoa polinésia, foram 12 km bem intensos, por fim fizemos também em grupo uma corrida de rua de 7 km nas areias e ciclovia da Barra, cruzamos a linha de chegada já era noite dai foi só comemorar mais uma prova concluída.
Nós terminamos a disputa na 9ª colocação geral não era o que queríamos mas foi o que deu para alcançar na ocasião, agora e concentrar e tentar melhorar para próxima edição.
Fica aqui meu agradecimento para equipe Gantuá por ter se lembrado do meu nome para defender o time.

 Top 3 no individual masculino
A disputa da canoa polinésia e uma das mais legais do evento

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Calendário KTR Series 2017

Você já conhece as provas do circuito KTR Series? se já conhece ótimo pois já sabe que se trata de competições de puro trail running, se não conhece chegou o momento de reservar sua vaga para primeira etapa de 2017

LOTE PROMOCIONAL SOMENTE AMANHÃ - 11/11/2016

KTR CAMPOS DO JORDÃO

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Festa no Circuito Cross Duathlon 2016

Eu imaginava que seria difícil, mas foi pior que isso...
Domingo disputei em casa a 2ª edição do Circuito Cross Duathlon um tipo de prova que a mais de um ano não disputava desta forma devido minha ausência nos treinamentos com bike já imaginava o quanto iria ser dura pra mim esta disputa.
Campeões brasileiros em diversas modalidades dentre elas o duathlon, campeões de algumas das principais provas de duathlon off road do Brasil e mais um monte de outros atletas em busca do lugar mais alto do pódio, a lista de inscritos estava forte.
Ao todo tivemos pela frente, 4km de corrida, 38km de mountain bike e finalizando com mais 6km de corrida em uma trilha super difícil e já com calor do meio dia.
Eu tinha uma estratégia que logo tive que esquece-la e simplesmente tentar sobreviver, os primeiros quilômetros de prova foram insanos, Marcelo Manuel de Lambari (Campeão do XTerra Tiradentes 2016) lançou uma primeira corrida muito forte, Daniel Gomes (Campeão Brasileiro de Duathlon) e eu entramos praticamente juntos na T1, Daniel saiu na frente, em seguida eu e Marcelo, logo as posições foram se alternando até que Marcelo lançou novamente um ataque muito forte e saiu em um voo solo com sua bike, minha meta então era seguir o mais forte que pudesse e tentar algo no final.
Marcelo aproveitou muito bem de seu pedal forte e abriu vantagem que o colocaria com uma margem segura para a segunda corrida, eu consegui controlar a aproximação dos meus perseguidores, estava indo tudo bem até que faltando 5km para terminar o trecho da bike meu pneu traseiro furou, como ele estava esvaziando devagar consegui fazer a última descida mais complexa do circuito ainda em condições de me manter sentado, depois foram cerca de 3 a 4 km pedalando em pé e com a velocidade bem reduzida pois o aro já estava no chão.
Consegui chegar na T2 sem ser ultrapassado, fiz uma transição rápida e sai para última corrida, já era possível avaliar a situação bastava administrar mais alguns minutos de esforço extremo e pronto eu conseguiria cruzar a linha de chegada como vice campeão e foi justamente o que aconteceu, completando o top 3 Daniel Gomes chegou em seguida.
Não venci, mas gostei da minha prova e também da participação e confraternização dos atletas presente, a grande maioria conhecendo a modalidade que e muito legal por envolver mais de uma modalidade e ainda ser extremamente competitiva pois poucos são os atletas bons nas duas modalidades desta forma o equilíbrio e bem grande.
Parabéns para para os organizadores Fabiano Fernandes e Dulce Cristine pela excelente organização deste evento de domingo.
Agora já chegando ao final da temporada ainda farei mais algumas provas, no final do mês tem Desafio Cauã de Trail Run e Mountain Bike em Entre Rios de Minas.   
Para quem quiser consultar os resultados do 2º Circuito Cross Duathlon basta clicar aqui
 Pódio geral masculino percurso longo
 Mountain bike #tudodebom
Sofrimento divertido

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Mochila Fly 10 Evolution

O que já era bom ficou ainda melhor
Nova mochila de hidratação Kailash Fly 10 Evolution.
A Kailash acaba de colocar no mercado a nova mochila Fly 10, trata-se de um modelo chamado Evolution que vem com um novo sistema de ajuste peitoral para deixar sua mochila ainda mais equilibrada ao corpo durante suas aventuras.
Veja informações técnicas da mochila bem como as primeiras imagens.
Evolução da premiada e sucesso de vendas Fly 10L, a Fly Evolution é mais leve, confortável e resistente. Desenvolvida em parceria com os atletas do Kailash Team, é confeccionada em levíssimo tecido de nylon ripstop, tem ampla capacidade de hidratação com dois bolsos para squeezes (ou outros objetos) frontais e preparação para bolsa de hidratação. Sua principal evolução foram as alças remodeladas que tornaram ainda mais anatômicas e arejadas, proporcionando maior conforto e estabilidade. Os compartimentos do lado de fora dos bolsos frontais permitem o armazenamento de gel e barrinhas com acesso fácil e rápido. O botão giratório para tensionar a bolsa de hidratação facilita o fluxo de água e diminui a trepidação excessiva. Possui refletivo frontal e nas costas, aumentando a segurança em provas e treinos noturnos! As fitas com regulagem na parte externa podem ser utilizadas para prender objetos na parte de fora. O sistema Easy Breath permite que a caixa toráxica se expanda, garantindo conforto ao respirar mesmo com as fitas bem ajustadas. Tudo isso aliado ao fit ergonômico para garantir o menor peso para seu maior conforto e performance! 
Acomoda bolsa de hidratação de até 2L (não inclusa).
Pode ser acoplada a pochete KTR 5L, ampliando ainda mais sua capacidade de armazenamento e hidratação.
Atenção: Bolsa de hidratação e squeezes não inclusos. Detalhes como elásticos, viés e zíper podem ter variação de cor em relação ao modelo das fotos.

Os atletas da time Kailash Team Laf já estão usando este novo equipamento que foi aprovado por todos.

Para saber mais produtos Kailash acesse o site www.kailash.com.br

Circuito Cross Duathlon 2016

Após uma pausa nas corridas de montanha, voltarei a competir aqui em Lafaiete a prova será a 2ª edição do Circuito Cross Duathlon, prova idealizada e organizada pelo amigo Fabiano Fernandes.
Eu irei disputar a categoria pro, serão aproximadamente 4kms de corrida, 36kms de mountain bike e finalizando mais 6kms de corrida.
A prova acontece no Restaurante Moinho Venho na região do Almeidas.
Muitos atletas já estão inscritos, e hoje será o último dia para quem quiser garantir vaga então corra e faça a sua inscrição, para os que não quiserem competir fica o convite para assistir e torcer pelos atletas que estarão alinhados.
Muitos atletas de alto rendimento estão inscritos, inclusive Daniel Gomes atual campeão na categoria principal, eu estou a 16 meses sem disputar uma prova de cross duathlon mas prometo fazer força para estar no pódio.
Abaixo detalhes do simulado que fiz no percurso dia 12/10.







sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Campeão da OCC 2016 - categoria veteranos


No no melhor dos meus sonhos estava este resultado, CAMPEÃO NA OCC EM CHAMONIX!!!
Muita felicidade em mais uma temporada sendo agraciado com conquistas fantásticas, depois de tanto me preparar deu tudo certo.
A preparação foi das melhores, fiz um planejamento que deu certo afinal durante as 7 semanas que fiquei foram de competições no Brasil foi possível focar todos os meus esforços no que realmente interessava neste momento no final correu tudo como planejado.
Em Chamonix disputei a prova denominada OCC dentro do evento UTMB, foram 53kms com mais de 3000 metros de ganho positivo de elevação, uma prova relativamente rápida com de uma complexidade impar.
Fui o 6º geral e por uma diferença minúscula eu perdi este pódio no geral, minhas metas foram batidas, fui o melhor brasileiro nesta edição do evento, foi top 10 na minha prova e ainda de quebra conquistei o melhor resultado no naipe masculino de todos os tempos.
E agora??? bem agora continuarei o resto da temporada curtindo esta nossa conquista pois consegui mais uma vez colocar o Brasil em evidência no cenário esportivo internacional.
Nas próximas semanas estarei montando meu calendário para a próxima temporada, espero seguir nesta mesma tocada para poder alçar voos mais alto.
Obrigado a todos que torceram por mim.