quarta-feira, 29 de julho de 2015

Maratona dos Perdidos, um achado em meio as montanhas Paranaenses

O nascer do sol nas montanhas e um verdadeiro espetáculo

Semana passada 18 de julho fiz uma viagem tipo bate e volta até o Paraná, fui disputar a Maratona dos Perdidos que acontece na região metropolitana de Curitiba mais precisamente na cidade de Tijucas do Sul, apesar do pouquíssimo tempo aproveitei para rever velhos amigos e  é também para cultivar a boa amizade entre os novos, fui recebido muito bem pelo Bruno e Dario Azevedo irmãos que me acompanharam praticamente durante todo o final de semana, obrigado.
Bem sobre a prova eu já havia sondado alguns amigos que participaram de outras edições e a fala foi sempre a mesma " a prova é dura" trabalhei o físico e o psicológico e segui em frente.
No dia da prova fomos presenteados por uma manhã linda de sol, clima agradável sem frio e ou chuva assim tivemos a oportunidade de nos divertir ainda mais na montanha afinal pelo menos para mim o frio e sempre uma tortura.
Poucos dias antes da prova a organização havia divulgado o start list, meu Deus, os melhores corredores de montanha do Brasil realmente estavam presente muita gente boa, pela minha avaliação tinha uns 20 atletas com chances claras de ganhar a prova, mesmo pensando em um top 5 no geral masculino ainda iria faltar degrau para tanta gente mas dois nomes me chamavam atenção um era o atual campeão da prova e conhecedor como ninguém do percurso Cleverson Del Sechi o "fantasma" o outro era um ex maratonista profissional Elson Alex Gracioli valeria sim a pena marcar esses caras.
Largamos pontualmente as 7 horas, de cara um paredão em uma estradinha de acesso onde em 4.5km tivemos um desnível positivo de 760 metros a inclinação em alguns trechos era realmente brutal, consegui me posicionar bem e terminei este primeiro pico em segundo geral, este era o Morro dos Perdidos, pegamos em seguida para descer e logo o fantasma colou em mim, assim nos aproximamos também do Gracioli, entramos em uma trilha escorregadia juntos até que Gracioli começou abrir novamente, neste ponto segui junto com fantasma que foi me informando tudo que ainda teria pela frente.
Na altura do km 21 tivemos um ponto de apoio com uma bela estrutura de alimentação e hidratação este era também o ponto de corte da prova, quem não chegasse ali até meio dia estava cortado, depois deste ponto apertei um pouco o passo e consegui me conectar ao Gracioli assim iniciamos a subida mais dura da prova o Morro do Araçatuba, em uma especie de corre/caminha/corri forcei bastante para tentar desconectar mas não consegui dai de repente chegamos em um trecho da montanha realmente difícil, um piso que se chama "charco" uma mistura de capim alto com muita lama um verdadeiro pântano neste ponto Gracioli mostrou sua força e resistência e partiu para vitória, a mim restou controlar minha vantagem sobre o fantasma e ficar em segundo lugar.
Gostei bastante de tudo que vivi neste final de semana, a prova teve uma bela organização tudo correu como o prometido e voltei para casa com a certeza de que sim esta prova esta entre as mais difíceis do Brasil.
Agora meu foco será a KTR Campos do Jordão já no dia 08 de agosto, lá iremos enfrentar outra competição de altíssimo nível, na distância maior teremos 42km e um desnível positivo de +3500 metros se estas informações se confirmarem com todo certeza será a prova mais dura da minha vida pois a altimetria será ANIMAL.
Sigo focado nos treinos e procurando descansar bastante pois agosto promete fortes emoções.  
Vice campeão da Maratona dos Perdidos, excelente resultado em meio a tantas feras


Visual fantástico 

Amigos
Amigas
Amigos
Mais que amigos, verdadeiros irmãos, obrigado Bruno é Dario

Charco...
Inicio da prova foi pauleira total, neste momento já estávamos desconectando do segundo pelotão
Charco..


Ufa acabou.
Dividir o pódio com este cara foi uma honra, parabéns Gracioli









2 comentários:

  1. Parabéns amigo Ernani vc e fera.

    Jorge Cerqueira
    www.jmaratona.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela gentileza meu camarada.

      Excluir